Cultura, nerdices e outras coisitas mas... ;D

segunda-feira, setembro 03, 2007

Banda larga é muito cara no Brasil (alguma novidade nisso?)

Você prezado leitor do TECNOCULT deve ter pensando "esse cara com o título desse detonou o próprio post..." é talvez...mas é que isso virar notícia não tem muito sentido, já que nós consumidores já sabíamos só as prestadoras de serviço que não (droga eu trabalho em uma!)...

Pois bem...
a TelComp (Associação Brasileira de Prestadoras de Serviços de Telecomunicações Competitivas) através de uma pesquisa "descobriu" que s preços de banda larga estão elevados no Brasil, em relação aos valores praticados na Europa, Japão e Estados Unidos. No país, o Mbps oferecido em Manaus, por exemplo, é 395 vezes mais caro que a mesma velocidade disponibilizada no mercado japonês.

O Mbps comercializado pela italiana Tiscali, por exemplo, custa o equivalente a R$ 4,32 ao mês. Na França, a Orange cobra R$ 5,02 pela mesma velocidade, enquanto a norte-americana Time Warner pede R$ 12,75. Os internautas japoneses podem adquirir internet banda larga de um Mbps do Yahoo! por R$ 1,81.

No Brasil, a TelComp levantou os preços da Telefônica, NET, Brasil Telecom e Oi. Em São Paulo, a NET cobra R$ 39,95 por um Mbps. Pela Telefônica, a mesma velocidade custa R$ 159,80. Em Brasília, a BrT oferece um Mbps por R$ 239,90, enquanto Manaus registrou o valor mais alto: R$ 716,50 por Mbps.

De acordo com a pesquisa, o alto custo se deve a dois fatores: a falta de concorrência na oferta de banda larga no país e a pouca competitividade no mercado de internet rápida. Acho cá entre nós: sabemos que a tecnologia de ADSL (a internet rápida mais usada no país) é totalmente antiga em relação ao que é usado lá fora. Essa pesquisa, pelo menos pra mim, tem um certo ar de hipocrisia.

Via: Baguete

Um comentário:

Patrícia Caminha disse...

Olha... Tá certo que já estamos acostumados com isso, mas ainda assim é deprimente saber que mais uma vez a gente paga muito mais que outras pessoas por um serviço... (e que os nossos salários são muito menores)...

Ai ai... tenhamos esperança... pode ser que um dia tudo mude!!!!